quinta-feira, 30 de junho de 2011

TUTORIAL: COMO MONTAR UMA RELEITURA COM TRAJES DOMÉSTICOS

Este tutorial foi elaborado para o pessoal que planejar ir ao evento, mas não tem trajes ou condições financeiras de adquirir um. Além do mais, realizar releituras fortemente inspiradas na tradição do recorte da Idade Média à Belle Époque é algo didático, criativo e culto.

Quando montei as imagens no BYMK refleti sobre alguns fatos de nossa época:
-mulher que nunca vestiu vestido ou saia ou que possui somente minissaias; -homens que não possuem uma calça de Oxford, desconhecem um suspensório e nem sabem o que é um colete. 

Parece-me estranho, com todo o respeito, que uma moça não tenha uma longa saia godê preta, por exemplo, afinal, essa peça combina com tudo! O mesmo penso para suspensórios que são bem mais confortáveis que cinto e por aí vai.. Não é o fato de não ter a peça, mas sim a pessoa ser proprietária de cinquenta calças jeans baixas todas caras e iguais e não ter as outras peças de um guarda roupa normal.

Os looks a seguir foram montados por mim no BYMK, site de produção de moda que todos podem se cadastrar gratuitamente. A cada imagem tecerei algumas considerações mesmo porque algumas peças não foram possíveis de colocar nos quadros por pura falta do produto cadastrado no site, mas tais roupas existem em nosso armário, com certeza. 


Apesar de começarmos com as damas, creio que algumas camisas femininas podem servir como referências aos rapazes mesmo porque o contrário também foi feito. A camisa roxa da parte de cima e a camisa branca são peças masculinas, portanto, são largas e você pode acinturar com um corset ou corpete, no entanto, como a proposta é montar um look com mais ou menos o que você tem em casa, estudemos outras possibilidades. Você pode usar a saia com cintura alta com a camisa para dentro, a camisa larga na parte de cima não é nenhum problema pois assim foi nos tempos de outrora com mangas bufantes...  vestir um casaco ou paletó masculino (como os modelos que serão apresentados depois) é uma opção para um visual de mulher trabalhadora e mesmo de governanta da Era Eduardiana. O que fazer se a camisa tiver bolsos e eu não usar paletó para cobrir? Um bom e velho xale (modelos logo serão mostrados) auxiliará na adaptação.

A camisa preta de mangas longas possui até um laço, pode ser usada até mesmo por homens sendo que talvez combine com estilos lolita e ouji. Para esta peça, talvez o uso de saia de cintura baixa ou cintura alta por baixo da camisa seja a melhor opção.  A camisa verde tem bababos que pertenciam ao vestuário masculino, é possível usar com um corset ou mesmo sem nada como se fosse uma releitura inspirada no vestuário masculino.

A camisa lilás tem mangas perfeitas, as listras devem ser evitadas pois são modernas, típicas em camisas de escritório, use-as bem abotoadas com um camafeu no fecho da gola, na ausência de um você pode usar um laço de cetim.

Já a última camisa pode acompanhar a linha trabalhadora de usar tailleur da Belle Époque, um paletó preto e uma longa saia godê preta ou na altura dos joelhos com meia-calça preta, é uma forma de produzir um look gótico inspirado na Era Eduardiana fugindo do convencional Romantic Goth. Pode-se também usar uma pequena cruz e saias amplas e formar um look sem o paletó e prender os cabelos em coque caído. A propósito, os cabelos merecem penteados réplicas de época justamente para dar mais força ao tom histórico do resto da roupa.






   Esta primeira camisa dispensa comentários, é uma camisa com corpete junto e já serve como releitura. As duas seguintes combinam muito com o estilo lolita, com saias no joelho, meias e um penteado interessante já temos uma proposta. A gola e as mangas da blusa azul celestes estão ótimas, mas convém usar a saia como cintura alta cobrindo o resto da blusa.

   A camisa de renda terá um efeito bacana de Romantic Goth se sobreposta a um tomara-que-caia ou blusinha preta também, há algumas camisas assim de manga longa... A camisa seguinte deve ser usada com  a saia como cintura altíssima logo onde termina a parte preta, abaixo do busto.





 As saias. As três minissaias de tule a saia preta curta na lateral superior direita podem servir como anágua. De alguma forma, as saias podem ajudar a dar volume. As outras três saias podem ser usadas por cima das saias de armar.





     Outros modelos de saias. As duas saias floridas ficarão melhores armadas nem que seja necessário pôr várias saias rodas por baixo, você deve testar o que ficará melhor.





     
     Os xales. O ideal é que os xales sejam de crochê como o preto, o amarelo e o branco mostrados acima e que eles não tenham nenhum fecho moderno daqueles de echarpe. Prefira cores neutras como preto, branco, nude etc Lenços modernos como o roxo podem ser amarrados um no outro formando um lenço grande , talvez isto possa servir para algo...






Os vestidos. Os dois primeiros são as reproduções ideais, o primeiro uma reconstrução da Belle Époque, o segundo um senhor exemplo de lolita.  Você deve tentar montar um visual parecido. A regra geral para vestidos é lembrar que eles são constituídos pelo corpo do vestido e a saia. Em alguns modelos vamos aproveitar ou uma parte ou outra. 

O vestido preto de botões tem uma saia muito curta, convém usar uma longa godê preta por baixo. O vestido seguinte tem uma blusa bacana, você pode armar a saia ou colocar uma saia ampla e um pouquinho maior por cima de depois vestir meia-calça branca grossa.
Essa bata preta foi instalada aqui porque no BYMK entra na categoria vestido, deve ser então um vestido bem curto.. Seja como for, o tule abaixo do busto pode servir para dar volume, você pode usar por cima um vestido ou saia longa, o tule da bata dará um volume extra na barriga, este look "grávida" era comuníssimo no fim da Idade Média e início do Renascimento. 

Os outros três vestidos podem servir de forro para usar mais saias e camisas por cima. O vestido creme longo permite ser usado com algo por baixo...





 As jóias. Digo jóias porque são bijiouterias bem feitas e o que importa é o design. Anéis, brincos e colares com pedras constituem referências.  Anéis e relógios de bolso podem ser usados por rapazes. É interessante lembrar que os anéis de pedra remetem à nobreza e as jóias antigas eram verdadeiramente lindas e rebuscadas e não a pobreza atual. Observem que tais anéis e brincos podem ser facilmente adquiridos no comércio popular e ainda servem para outras situações...



Todas as camisas podem ser usadas com colete. Tenha preferência por camisas sem estampa. Caso esteja calor e queira usar apenas a camisa (sem colete, sem paletó, sem cravat etc) convém deixar a camisa por fora da calça e usar suspensórios para montar um look informal, mas de época.






Por cima da camisa, os coletes e um pulôver para releituras. O colete preto com aberturas nas laterais pode servir para o estilo ouji. Por cima do colete costumamos usar um cravat, um lenço amarrado em forma de gravata antiga. Num look eduardiano, a gravata moderna também é possível, desde que preta e sem estampa (modelo num quadro abaixo).


Para as damas, o mais dificil na composição de um visual histórico é a parte de baixo (a saia), para os homens, o difícil é a parte de cima (casacos, paletós e fraques). Casacos podem substituir coletes, mas é mais histórico usar as duas peças + um cravat ou gravata. Os looks no tom caramelo combinam perfeitamente com a estética steampunk. 

Trench-coats como o penúltimo preto podem ser usados com calça justa constituindo uma releitura romântica. O casaco xadrez é moderno, então use peças mais tradicionais como colete e chapéu, assim fica algo de época, mas não tão antigo... No caso de paletós  modernos, convém usar colete que pode ser liso ou estampado em motivos florais.





Aqui, é uma espécie de quadro-resumo masculino. No pescoço, pode usar gravata borboleta, gravata convencional moderna ou o cravat que pode ser feito com um cachecol ou echarpe de tecido grosso. Opte sempre pela cor (sem estampa) que acompanhará o colete e o paletó. A única estampa para todo o terno é o xadrez pequeno.


Sapatos podem ser mocassim, oxford (acima) ou coturnos e botas. Na cabeça, chapéu, boina ou cartola.

Não consegui montar um quadro com calças sociais porque o BYMK possui pouquíssimas calças sociais em seu acervo o que é um reflexo da moda masculina atual marcada pela opressão do jeans. Mas os modelos de calça social que podem ser usados são quase todos como calça social preta lisa, risca-de-giz tradicional e aquela risca-de-giz clara (cinza no fundo e branco na risca), cinza liso e xadrez pequenininho. Observem os modelos abaixo retirados deste site.



O quadro-resumo feminino das releituras.  Coloquei aqui os vários modelos de saias usáveis, vale a regra de usar uma saia mais volumosa como as saias de tule por baixo de uma saia rodada. ou simplesmente investir na ideia de colocar uma saia por cima da outra. O vestido foi escolhido por parecer um pouco com a moda Império e isto permite que se use as saias logo após o busto e o volume já pode ser extraído da saia do vestido. Enfim, este é um modelo apenas, a regra geral consiste numa blusa como a do vestido acima +  saia volumosa abaixo dos joelhos além de tudo que já foi mostrado.
Guia de botinhas neo-vitorianas que muitas mulheres possuem sem saber pode ser lido no excelente blog  Diários Anacrônicos.

Leque pode ser adquirido em lojas de 1,99 e você pode usar em sua casa no verão. Tenha preferência por leques sem estampa em cores neutras como nude, branco e preto. Vermelho é recomendado apenas se estiver montando um look cabaré. Evite os leques com estampa de dragão da Liberdade, estampas florais e outras típicas dos leques estão liberadas, apenas atente para a qualidade da trama e rendas soltas, porque muitas vezes, os fabricantes pesam na estampa e  relaxam no material do leque.
Sombrinha: assim como o leque é um item opcional. Você não precisa mandar fazer uma. Pode usar o guarda-chuva preto ou branco, costurar umas rendas na borda e revolver o cabo em fita de cetim

Interessante que a boa parte das peças dos quadros são de marcas estrangeiras porque no exercício de produção de moda no BYMK inseri as peças que mais atendiam às nossas propostas independente de serem ou não brasileiras além do fato de que o site não possui muitas peças cadastradas, prova viva é a falta de calças sociais diferentes no site.

Todavia, todos nós percebemos que muitas peças fazem parte do guarda roupa e  outras  podem ser adquiridas no comércio popular com facilidade. Caso queiram ver os looks com mais detalhes de lojas (lembremos que algumas são brasileiras) basta acessar a minha página e procurar pelos looks denominados PICNIC - RELEITURAS.

Espero ter ajudado um pouco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...