domingo, 28 de agosto de 2011

ONDE ACHAR O QUE USAR EM EVENTOS HISTORICOS EM SÃO PAULO

Esse guia pretende ser rápido, prático, curto e incompleto, quer dizer, ter continuidade em outras postagens, afinal, a sexta maior cidade do mundo possui lugares desconhecidos e conforme formos descobrindo novas florestas nessa selva de pedra atualizaremos com novos textos.
É louvável se alguém quiser ajudar mencionando lugares, pontos e mesmo fazendo a versão de outro município.

25 DE MARÇO

O senso comum nos leva a crer que é possível comprar tudo na 25 de março, mas não é bem assim, cada ponto comercial, cada bairro possui um tema, um segmento de lojas e a 25 de março é a especialista em tecidos, isso não significa que você não possa comprar lá outras coisas, mas esteja ciente que o foco é este.

Tecidos e aviamentos: Você pode comprar grandes quantidades de tecido para fazer um traje do zero ou apenas comprar materiais para aquelas roupas que já estão quase prontas, mas necessitam de uma finalização, como botões, renda, viés etc.

Bijouterias: São acessórios, anéis, brincos, pulseiras, colares, muitas dessas coisas são vendidas a preço baixo em camelôs e, consequentemente, você consegue montar um visual bacana. Há jóias que possuem um ar histórico ou mesmo podem ajudar a dar mais credibilidade a seu visual. Nunca se esqueça das inúmeras lojas de acessórios (lojas que vendem brincos, cintos, colares, parecem lojas de 1,99).

Meias: O Depósito São Jorge e a loja Santo Antônio são as melhores lojas de meias. Há diversas meias em modelos perfeitos e que podem ser bem coordenados para nossos visuais de época.

Lojas de fantasia: É preciso cautela ao explorar uma loja de fantasia ou seu traje realmente vai ficar com cara de "fantasia", o que não é a nossa intenção. Talvez o melhor aqui sejam alguns acessórios que as vezes até necessitam de uma customização final. Particularmente, nunca fiz grandes compras nesses lugares, o máximo que comprei foi uma peruca Luís XV (R$30,00) mas que foi muito mal feita, pois as ondulações laterais eram presas por grampos (eu faria isso em casa, oras!), portanto pense bem se compensa.
Mas é claro que há certos chapéus, acessórios e vestimentas que podem ser úteis, mas, repito, é preciso cautela.

Guarda-chuva:  Alguns novos são pequenos e em tons suaves, possuem uma barra de renda, é uma opção para quem não quer investir numa sombrinha de época. Outros possuem desenhos na barra e no topo, não são totalmente estampados, portanto, podem servir. Já os guarda-chuvas enormes, quando fechados, fazem a função de bengala para os homens.

BRÁS

Tecidos e aviamentos: Boas opções também. Convém comparar os preços com a 25 e ver o que compensa mais no seu caso.

Roupas e calçados:  Também dá pra comprar na 25 de março, mas o Brás é melhor nesse segmento. Se o cavalheiro tentar montar um visual vitoriano e eduardiano, ele é bem capaz de sair com todo o visual. Em muitas lojas você pode comprar camisas, coletes e calças sociais. 
As melhores alfaiatarias da cidade estão lá, confeccionam a roupa sob medida (você escolhe até o tecido!) e também vendem trajes prontos por um preço bem mais suave que nos alfaites da Avenida Paulista. Não se engane!  Nos alfaiates da Avenida Paulista vi pouquíssimos modelos de trajes, preços altíssimos e poucas opções de escolha de tecido isso quando a pessoa sabia o que era um tropical inglês.

Há lojas em que na moda feminina é possível achar certas blusinhas e saias que ajudam as montar lolita, inspirações, releituras etc. Não é point reconstrucionista, mas é um lugar que existem costureiras, lojas com peças baratas e muita coisa adaptável. 
Muito se fala sobre algumas lojas que não permitem provar a peça, mas há uma quantidade considerável de lugares que permitem provar e eu indico sempre fazer isso porque a numeração industrial é estranha demais: uma pessoa não entra na calça 46 por exemplo, mas na 44 entra! Portanto, aconselho provar as roupas...

Ainda sobre roupas, é interessante dividir as roupas em três tipos:

1- Modernas: Peças muito fora da nossa realidade como calça jeans, minissaia, batas, camisetas etc. Tais peças nunca servirão para eventos de época, ao menos se passarem por um processo de customização.
2- Neutras: Peças que podem ser adaptadas ou simplesmente combinadas com peças tipicamente de época. Exemplos: camisas sociais, leggings, meia-calça, blusinhas com renda etc.
3- Retrô: Peças com forte inspiração no passado como saia godê longa, camafeu, anáguas e peças dificílimas de serem encontradas fora da cena alternativa.


LIBERDADE

Ponto polêmico 1. Leia isso antes de proceder.

Acessórios: Anéis, boinas, echarpes e demais itens estão à venda na feira de domingo.

Leques: Muitas opções, mas tome cuidado com os leques de péssima qualidade em seus preços injustos. Há lojas que comercializam peças melhores, discretas, sem estarem quebradas (é que tem lugar que vende coisa quebrada) por preço suave, pesquise antes de comprar.

Roupas: Há algumas lojas no estilo underground e cosplay, a regra de ouro é pesquisar e analisar a qualidade dos tecidos, acabamento etc.


GALERIA DO ROCK

Ponto polêmico 2. Leia isso antes de proceder.

Roupas:  De um modo geral convém comprar saias, camisas e blusas e também mandar fazer nas lojas que fazem sob medida. Obviamente, negocie valores adequados, tecidos decentes etc. Calças e camisas masculinas nunca, afinal, usam tecidos horríveis e as calças podem ser adquiridas em lugares melhores como o Brás, as calças vendidas hoje na Galeria estão muito coloridas ou muito justas, modernas, fora do histórico.
O que é muito bom comprar é kilt sendo a costureira do mezanino a mais eficiente e justa por usar oxford e confeccionar peças sob medida. Há lojas que vendem kilt tradicional pronto. 
Coturnos e botas masculinas, boinas e itens militares devem ser comprados na Avenida Tiradentes. Não compre suspensórios na Galeria e muito menos na Liberdade, este tipo de peça tem que ser em lojas de moda masculina tradicional como armarinhos e lojas de "véio".


Bijouterias: Há peças alternativas com toque histórico.


BAIRROS

Uma outra alternativa é explorar o comércio do seu bairro.

Lojas de 1,99: Vale a pena explorar essas lojas, sim! O que comprar em lojas de 1,99? São três tipos de coisas:

1- decoração: objetos que podem auxiliar na decoração de um evento reconstrucionista como cristaleiras, taças, caixinhas, panos de prato, toalhas simples de mesa etc Vi muita coisa que parece ser de época como a toalha simples com arabescos dourados, as cristaleiras, taças, pratos, muita coisa por preço baixo e que ajudaria muito nas fotos. 

2- corante: para tingir tecidos, essenciais para customizar roupas velhas e mudar as cores. Em lojas de 1,99, corantes são bem mais baratos do que em lojas de costura. Material de costura como agulha e alfinetes também podem ser encontrados

3- acessórios: alguns lugares vendem leques e talvez possamos usar certas tranqueirinhas a nosso favor, sem falar que certas lojas de 1,99 também são lojas de acessórios ... 


Por enquanto é isso, explore, pesquise e faça boas compras.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...